Ao continuar navegando você concorda com as Políticas de Privacidade desse site.

Rádio UnirG

UnirG – Universidade de Gurupi
UnirG – Universidade de Gurupi

Residência Médica



Residência Médica

       A Residência Médica foi instituída pelo Decreto nº 80.281, de 05 de setembro de 1977 e constitui uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, funcionando em Instituições de Saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo considerada o “padrão ouro” da especialização médica. O Programa de Residência Médica, cumprido integralmente dentro de uma determinada especialidade, confere ao Médico Residente o título de especialista (Ministério da Educação/ MEC/ Secretaria de Educação Superior) frente às principais entidades certificadoras, como o Conselho Federal de Medicina, a Comissão Nacional de Residência Médica, a Associação Médica Brasileira e o Ministério da Educação. Trata-se de uma responsabilidade legal e ética expedir certificados, de validade nacional, que conferem ao médico residente que terminou o PRM o título de especialista. O modelo de formação da residência médica consiste então no treinamento em serviço com carga horária específica, tutoria presencial, programa teórico compatível com a prática e necessidade de confecção de trabalho final no formato de monografia de conclusão de curso.

       O programa de Residência em Medicina de Família é regulamentado pela Resolução CNRM Nº 02 /2006, de 17 de maio de 2006, que tem como objetivo formar um especialista cuja característica básica é atuar, prioritariamente, em Atenção Primária à Saúde, a partir de uma abordagem biopsicossocial do processo saúde adoecimento, integrando ações de promoção, proteção, recuperação e de educação em saúde no nível individual e coletivo. Esse especialista deverá ser capaz de: priorizar a prática médica centrada na pessoa, na relação médico-paciente, no cuidado em saúde e na continuidade da atenção; atender, com elevado grau de qualidade, sendo resolutivo em cerca de 85% dos problemas de saúde relativos a diferentes grupos etários; desenvolver, planejar, executar e avaliar programas integrais de saúde, para dar respostas adequadas às necessidades de saúde da população sob sua responsabilidade, tendo por base metodologias apropriadas de investigação, com ênfase na utilização do método epidemiológico; estimular a participação e a autonomia dos indivíduos, das famílias e da comunidade; desenvolver novas tecnologias em atenção primária à saúde; desenvolver habilidades docentes e a capacidade de auto aprendizagem; desenvolver a capacidade de crítica da atividade médica, considerando-a em seus aspectos científicos, éticos e sociais.

       A Residência em Medicina de Família e Comunidade do Centro Universitário UNIRG, teve seu credenciamento por cinco anos, autorizado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) e Ministério da Educação (MEC) por meio do Parecer SISCNRM Nº 254/2018 de 20 de fevereiro de 2018, ofertando então 4 (quatro) vagas para R1 e 4 (quatro) vagas para R2.

       De acordo com as normas da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) o PRMFC se desenvolve ao longo de, no mínimo dois anos, com carga horária semanal de 60 h. A carga horária total do treinamento em serviço é de 2.880h / ano (60h X 48 semanas) ou de 5.760 h /dois anos.

       O plano pedagógico estará norteado nos seguintes princípios:

    • Currículo Centrado no Cuidado
    • Currículo orientado ao aprendizado centrado no residente
    • Currículo integrado coma rede de apoio matricial externo
    • Currículo priorizando a formação de residentes/preceptores

As atividades advêm das Unidades Básicas de Saúde Vila Iris, João Manoel, Pedroso e Vila Nova. Em 2021, a Residência Médica realizou em torno de 30 mil atendimentos.

Comissão  Programa de Residência Universidade de Gurupi - UnirG
Luana Katiúcia de Oliveira Medrado
Marcela de Souza Sotto Mayor
Rafael Vilela Borges
Vinícius Gabriel Costa Lopes
Yuniel Martinez Hernandez


Representante dos Residentes: Kariny da Costa e Silva
Representante de Serviços Conveniados – Secretaria Municipal de Saúde de Gurupi: Marcus Vinicius Cardoso de Faria
Representante CRM-TO: Mônica Mendonça Vieira Marcolino
Representante de Serviços Conveniados SESAU: Fábio Ruiz de Morais

Supervisora PRM em Medicina de Família e Comunidade
Marcela de Souza Sotto Mayor
Coordenadora PRM em Medicina de Família e Comunidade
Marcela de Souza Sotto Mayor

Preceptores:
Marcela de Souza Sotto Mayor
Rafael Vilela Borges
Vinícius Gabriel Costa Lopes
Yuniel Martinez Hernandez

       A Residência Médica foi instituída pelo Decreto nº 80.281, de 05 de setembro de 1977 e constitui uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, funcionando em Instituições de Saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo considerada o “padrão ouro” da especialização médica. O Programa de Residência Médica, cumprido integralmente dentro de uma determinada especialidade, confere ao Médico Residente o título de especialista (Ministério da Educação/ MEC/ Secretaria de Educação Superior) frente às principais entidades certificadoras, como o Conselho Federal de Medicina, a Comissão Nacional de Residência Médica, a Associação Médica Brasileira e o Ministério da Educação. Trata-se de uma responsabilidade legal e ética expedir certificados, de validade nacional, que conferem ao médico residente que terminou o PRM o título de especialista. O modelo de formação da residência médica consiste então no treinamento em serviço com carga horária específica, tutoria presencial, programa teórico compatível com a prática e necessidade de confecção de trabalho final no formato de monografia de conclusão de curso.

       O programa de Residência em Medicina de Família é regulamentado pela Resolução CNRM Nº 02 /2006, de 17 de maio de 2006, que tem como objetivo formar um especialista cuja característica básica é atuar, prioritariamente, em Atenção Primária à Saúde, a partir de uma abordagem biopsicossocial do processo saúde adoecimento, integrando ações de promoção, proteção, recuperação e de educação em saúde no nível individual e coletivo. Esse especialista deverá ser capaz de: priorizar a prática médica centrada na pessoa, na relação médico-paciente, no cuidado em saúde e na continuidade da atenção; atender, com elevado grau de qualidade, sendo resolutivo em cerca de 85% dos problemas de saúde relativos a diferentes grupos etários; desenvolver, planejar, executar e avaliar programas integrais de saúde, para dar respostas adequadas às necessidades de saúde da população sob sua responsabilidade, tendo por base metodologias apropriadas de investigação, com ênfase na utilização do método epidemiológico; estimular a participação e a autonomia dos indivíduos, das famílias e da comunidade; desenvolver novas tecnologias em atenção primária à saúde; desenvolver habilidades docentes e a capacidade de auto aprendizagem; desenvolver a capacidade de crítica da atividade médica, considerando-a em seus aspectos científicos, éticos e sociais.

       A Residência em Medicina de Família e Comunidade do Centro Universitário UNIRG, teve seu credenciamento por cinco anos, autorizado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) e Ministério da Educação (MEC) por meio do Parecer SISCNRM Nº 254/2018 de 20 de fevereiro de 2018, ofertando então 4 (quatro) vagas para R1 e 4 (quatro) vagas para R2.

       De acordo com as normas da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) o PRMFC se desenvolve ao longo de, no mínimo dois anos, com carga horária semanal de 60 h. A carga horária total do treinamento em serviço é de 2.880h / ano (60h X 48 semanas) ou de 5.760 h /dois anos.

       O plano pedagógico estará norteado nos seguintes princípios:

    • Currículo Centrado no Cuidado
    • Currículo orientado ao aprendizado centrado no residente
    • Currículo integrado coma rede de apoio matricial externo
    • Currículo priorizando a formação de residentes/preceptores

As atividades advêm das Unidades Básicas de Saúde Vila Iris, João Manoel, Pedroso e Vila Nova. Em 2021, a Residência Médica realizou em torno de 30 mil atendimentos.

Comissão  Programa de Residência Universidade de Gurupi - UnirG
Luana Katiúcia de Oliveira Medrado
Marcela de Souza Sotto Mayor
Rafael Vilela Borges
Vinícius Gabriel Costa Lopes
Yuniel Martinez Hernandez


Representante dos Residentes: Kariny da Costa e Silva
Representante de Serviços Conveniados – Secretaria Municipal de Saúde de Gurupi: Marcus Vinicius Cardoso de Faria
Representante CRM-TO: Mônica Mendonça Vieira Marcolino
Representante de Serviços Conveniados SESAU: Fábio Ruiz de Morais

Supervisora PRM em Medicina de Família e Comunidade
Marcela de Souza Sotto Mayor
Coordenadora PRM em Medicina de Família e Comunidade
Marcela de Souza Sotto Mayor

Preceptores:
Marcela de Souza Sotto Mayor
Rafael Vilela Borges
Vinícius Gabriel Costa Lopes
Yuniel Martinez Hernandez

As provas serão aplicadas no seguinte local:
 

ESCOLA

ENDEREÇO

BAIRRO

TURNO

MUNICÍPIO

UF

Universidade de Gurupi – UnirG – Campus I
 Campus de Gurupi – TO

Av. Antônio Nunes da Silva, 2195

Parque das Acácias

Manhã

Gurupi

TO

 




UnirG
Prefeitura

Nossas Redes Sociais