Ao continuar navegando você concorda com as Políticas de Privacidade desse site.

Rádio UnirG

UnirG – Universidade de Gurupi
UnirG – Universidade de Gurupi

UnirG promoveu a 4ª edição da Semana Cultural


23 de Novembro de 2022



A Universidade de Gurupi – UnirG realizou a 4ª edição da Semana Cultural. O evento reuniu apresentações e exposições artísticas da Mostra Cultural da Casa de Cultura Maestro Othônio Benvenuto e espaços interativos como o Lounge Cultural, organizado pelo curso de Pedagogia. A atividade ocorreu nos dias 21 e 22, no Campus Jacinto Nunes da Silva.

Logo na entrada do Campus, os visitantes eram recebidos com o colorido das obras pintadas pelos alunos mirins de Artes Plásticas, encantando a todos que chegavam ao ambiente.

Segundo o artista e professor, Henrique Viegas, para a exposição foi escolhida a Poliarte, que se refere a pinturas feitas somente com formas poligonais. “Nosso trabalho contribui para o desenvolvimento artístico e social das crianças e jovens. Temos alunos de idades entre sete e quinze anos. Nas aulas, a gente não só desenha e pinta, ensinamos a arte de uma forma que eles entendam, interpretem e se apaixonem. Tenho alunos que estão há seis matriculados, e isso mostra o quanto eles gostam”, comemora Viegas.

Próximo das obras, em um espaço aconchegante e interativo, estava o Lounge Cultural. No local, foram expostos poemas, fotografias e pinturas produzidos por professores e acadêmicos de Pedagogia. O visitante também pôde participar escrevendo mensagens positivas para compor o mural em forma de árvore de Natal.

Dança, música e teatro integraram as apresentações culturais. O Coral Uirapuru fez várias apresentações de canto, dentre elas a interpretação da música “Oh Happy Day”. Para as apresentações de dança, o Grupo Corpore escolheu ritmos brasileiríssimos para representar a cultura nacional rica do país, por meio da coreografia e elementos culturais nos trajes. O Grupo Dance Clã, de street dance, trouxe ritmos animados para contagiar o público.

Os Grupos Lira jovem e Harmonia de Cordas interpretaram várias músicas. Algumas inclusive muito populares entre os jovens, como “Anunciação”, de Alceu Valença e “Clocks”, da banda internacional Coldplay.

O professor de orquestra de cordas, que já foi aluno da Casa de Cultura, Matheus Jonathan, conta que a Semana Cultural deste ano foi muito aguardada. “Ano passado, nossa Mostra Cultural foi realizada no meio da pandemia, então foi bem diferente para todos, tanto nos ensaios como o evento. Para esse ano eu estava esperando muito mais rendimento, porque agora seria presencial. E foi ótimo”, detalha Matheus.

“A Semana Cultural é o resultado do trabalho de todo o ano, realizado pelos alunos e professores da Casa de Cultura. Os alunos que são destaques e os artistas da nossa comunidade são acolhidos e participam dos diversos grupos que criamos para se apresentarem. Nosso objetivo é trazer cada vez mais a arte para o interior da Instituição levando aos diversos seguimentos sociais e culturais realizados em Gurupi e outras em cidades”, disse o coordenador artístico da Casa de Cultura, professor Audimar de Dionízio.

Balé e teatro

Na segunda noite de apresentações, o grupo de balé, que reúne crianças e jovens de três a quatorze anos, realizou duas apresentações que unem balé e teatro, de duas histórias muito conhecidas mundialmente: Pinóquio e O Gato de Botas. A professora de balé Adriana Rabelo conta que o balé na Casa de Cultura vai além de apenas técnicas. “No decorrer de todo o processo de ensaios, trabalhamos também a responsabilidade, comprometimento, gerenciamento das emoções e autoestima”, descreve.

Espetáculos teatrais também prenderam a atenção do público, interpretados pelo Clube dos Atores. Um deles foi inspirada na conhecida obra literária “O Pequeno Príncipe”. Amarcura é o nome da performance também apresentada. O professor de teatro Fernando Oliveira explica a riqueza dessa linguagem. “A performance é uma linguagem híbrida que bebe das fontes do teatro, dança e música. Ambas foram apresentações belíssimas que despertaram o fazer teatral e o senso crítico nos nossos alunos/artistas, trazendo pra eles um novo olhar sensível do mundo e de si”, enfatiza Fernando.

Para a reitora da UnirG, Drª Sara Falcão, além desse ser um momento prazeroso e alegre, ao promover atividades culturais, a Universidade cumpre seu dever de inserir a cultura dentro do ambiente universitário. “É uma alegria poder cumprir essas metas de desenvolvimento e, claro, recebendo esse carinho de todos que prestigiam, depois de tanto tempo que passamos mais distantes por causa da Pandemia”, celebrou.

O diretor administrativo e financeiro da Fundação UnirG, Oximano Jorge, representou o presidente Thiago Miranda. “Para nós que estamos dentro da Universidade é uma grande felicidade ver esse evento acontecendo. É quando percebemos como o trabalho está sendo bem elaborado e cumprindo a sua função, porque a quantidade de alunos que a Casa de Cultura mantém, é surpreendente”, comentou.

Representando a prefeita do município de Gurupi, Josi Nunes, esteve a secretária municipal de Cultura e Turismo, Amanda Pereira Costa. Ela enfatizou a importância da arte para todos e destacou a inclusão por meio dela.

A pró-reitora de extensão, cultura e assistência estudantil, Me. Miréia Aparecida Bezerra, destacou que a edição deste ano teve um diferencial. “Essa é a primeira vez que realizamos a Semana Cultural dentro do nosso campus Jacinto Nunes, e isso já é um grande sucesso. Agradecemos aos nossos colaboradores da Casa de Cultura e do curso de Pedagogia, que trouxeram a culminância dos projetos desenvolvidos pelos professores e alunos nesse ano”, concluiu.

 

 

Texto e fotos: Ana Neuberger

Edição: Gisell Raffi

 

 

 






UnirG
Prefeitura

Nossas Redes Sociais