Ao continuar navegando você concorda com as Políticas de Privacidade desse site.

Rádio UnirG

UnirG – Universidade de Gurupi
UnirG – Universidade de Gurupi

Pesquisas de acadêmicos e egressos de Engenharia Civil da UnirG são aceitas em Congresso Latino-americano


13 de Setembro de 2021



Dois artigos científicos de acadêmicos e egressos do curso de Engenharia Civil da Universidade de Gurupi – UnirG foram aceitos para publicação nos anais do XVI Congreso Latino-americano de Patología de Construcción e XVIII Congreso de Control de Calidad en la Construcción (CONPAT 2021). O evento ocorrerá de 19 a 21 de outubro e será on-line devido a pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o professor  Fernando Fernandes, “a publicação dos artigos demonstra que os acadêmicos de Engenharia da UnirG estão preparados para investigar manifestações patológicas em Construção Civil”. Fernandes orientou os dois artigos, juntamente com o professor Douglas Santos.

O atigo “Caracterização de patologia em marquises na cidade de Gurupi-TO”, foi elaborado pelos acadêmicos Tassio Silva Rodrigues e Thalyssa Dias de Melo. Presente na fachada de edifícios, marquise é uma cobertura lateralmente aberta, para proteger da chuva e do sol.

O trabalho tem o objetivo de identificar a necessidade de manutenção dessas estruturas no município gurupiense. “Esse artigo trata das marquises estruturais, que muitas residências têm. Preventiva ou corretiva, a manutenção é necessária para evitar que venham a colapso. Por geralmente serem posicionadas em locais de passeio, ao caírem, essas estruturas oferecem um grande risco às pessoas, podendo levar até à morte. Então, é muito importante que o Engenheiro Civil formado na UnirG tenha esse olhar crítico”, explica o professor Fernando.

No semestre passado, os egressos Fernanda Machado David e Mateus Moreira de Souza produziram, no décimo período de formação, um artigo intitulado “Inspeção rotineira na ponte sobre o córrego Mutuca no município de Gurupi-TO”, na BR-153 em Gurupi. O artigo, que também foi publicado no congresso, visa avaliar e registrar a necessidade ou não de manutenções, mudanças e inspeções rotineiras da ponte.

A egressa Fernanda Machado menciona os fatores analisados no trabalho. “Os principais requisitos que devem ser atendidos para classificar um bom desempenho da obra são: funcionalidade, segurança, estética, economia e durabilidade. As principais problemáticas estão ligadas a um projeto mau elaborado, erro de execução e falta de manutenção, reduzindo a vida útil e a deixando deficiente por razões estruturais”, conta ela.

De acordo com o professor Douglas Santos, orientador no artigo, é uma satisfação ter o artigo publicado. “É uma imensa alegria poder ver um trabalho sendo aprovado em um congresso renomado como este”, explica ele.

Os trabalhos podem ser lidos no site do evento https://conpat2021.com/

 

Redação: Ana Neuberger (acadêmica do curso de Jornalismo da UnirG)

Edição: Meiry Bezerra






UnirG
Prefeitura

Nossas Redes Sociais