essay mobile phones the great debaters essay write essays online term paper help research paper on rti
Publicado em 10 Abril 2018

Visando a agilidade e economia do acesso a documentação dos alunos, além do cumprimento da Portaria MEC nº 330 05/04/2018, que dispõe sobre a exigência do Diploma Digital nas Instituições de Ensino Superior, públicas e privadas, a Fundação e Centro Universitário UnirG promoveram na tarde de hoje, 10, uma reunião com o representante da Consultoria em Assuntos Educacionais (Consae), Tiago Muriel. O encontro ocorreu no auditório do Centro Administrativo e teve o objetivo de apresentar o processo de digitalização do acervo de documentos da Secretaria Acadêmica da Instituição.

 

001 unirgdigitalSegundo o consultor, com a digitalização a UnirG irá ganhar com segurança, economia financeira e de espaço, além de evitar fraudes, obter transparência nos processos e, consequentemente, manter a preservação ambiental.

 

O Marco Regulatório do Ministério da Educação (MEC) impôs um prazo de dois anos para que as Instituições de Ensino Superior (IES) migre o acervo de documentos02 unirgdigital para o digital. “A regulamentação nacional fixou que, por segurança, os documentos devem estar até 200 km de distância da Instituição, e isso só é possível por meio de projetos eletrônicos”, esclareceu Muriel.

 

O consultor disse ainda que será instalada a mesma tecnologia usada pela Polícia Federal, Justiça e Prefeituras, sendo adaptada para o sistema educacional. “Com o novo sistema será possível a UnirG evitar a duplicação do acervo, já que o documento passará a ser único, sendo acessado por outros departamentos, com isso, irá obter maior gerenciamento. A exemplo do aluno, ele terá sua documentação indexada por meio do seu CPF. Ou seja, a digitalização irá reunir tudo que está separado em um único lugar”, completou.

 

Atualmente a Secretaria da UnirG possui um acervo com mais de 22 mil pastas. Com a aquisição do novo sistema, a Instituição conseguirá digitalizar em torno de 700 documentos por dia, resultando em dois meses de trabalho.

 

“Acredito que o projeto da Secretaria Digital seja apenas o ponta pé inicial para que os demais departamentos da Instituição também passem pela mudança. Inicialmente já estamos cumprindo uma exigência do MEC, porém é preciso que todo o sistema seja atualizado para que os demais departamentos desfrutem dessa facilidade, para que o atendimento ao aluno possa fluir com maior facilidade”, ressaltou a reitora, Drª Lady Sakay.

 

01 digitalizaçãopublicoPara o presidente da Fundação UnirG, Thiago Benfica, o novo sistema irá gerar além da agilidade, uma econômica de espaço e financeira para a Instituição. “A certificação desses documentos é o que tem de melhor em assessoria educacional. Irá proporcionar uma mudança muito grande na Instituição, e espero com isso, que possamos avançar no atendimento ao aluno que ganhará agilidade e precisão na informação com os documentos disponíveis, sem a necessidade da presença física”, completou o presidente.

 

A Consae tem mais de 40 anos que atua na área da educação. Atualmente atende 100 instituições no país que usam o sistema de digitalização de documentos. A UnirG será a segunda Instituição pública no Brasil a participar do projeto digital.  A Instituição receberá a assessoria de Muriel até o final da tarde de amanhã, 11, com capacitação para os servidores.